Como a diabetes afeta a visão? – Tudo o que você precisa saber

Além de problemas nos rins, coração e nervos, a diabetes afeta a visão, causando doenças oftalmológicas e até cegueira total.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, cerca de 13 milhões de pessoas vivem com a doença no Brasil. Além disso, 40% podem apresentar problemas oculares.

A diabetes afeta a visão de adultos em idade ativa, bem como os idosos, que geralmente não controlam os níveis de glicose no sangue ou não faz uso das medicações prescritas pelo médico.

Ainda assim, muitas pessoas são portadoras da doença e não sabem, o que aumenta o risco de desenvolver problemas de visão.

Se você deseja saber como prevenir as doenças oculares, continue lendo esse artigo que a Óticas Ronaldo preparou para você;

 

O que é diabetes?

A diabetes é uma doença crônica caracterizada, principalmente, pela incapacidade do corpo em produzir ou empregar corretamente a insulina, que é um hormônio que controla a quantidade de glicose (açúcar) no sangue.

Existem três tipos de diabetes: 

  • Diabetes tipo 1, 
  • Tipo 2, 
  • Diabetes gestacional.

 

Como a diabetes afeta a visão?

Os níveis altos de glicose podem causar danos em diversos órgãos, nervos e vasos sanguíneos.

Dessa forma, a diabetes afeta a visão e provoca a perda de sangue dos vasos dos olhos, diminuição do oxigênio e danos à retina, membrana que envia as imagens para serem lidas ao cérebro.

Além disso, a diabetes ainda pode danificar outras partes do olho, causando a retinopatia diabética, catarata e glaucoma.

Essas doenças oftalmológicas podem levar não só a perda parcial da visão, mas também a cegueira total.

 

Sinais e sintomas de que a diabetes está afetando a visão

Pessoas portadoras da doença crônica precisam ficar atentas a alguns sinais e sintomas que dão indícios de que a visão está sendo afetada pela diabetes, como:

  • Visão embaçada;
  • Flashes de luz no campo de visão;
  • Perda repentina de visão;
  • Manchas na visão.

Visão embaçada;

O excesso de glicose no sangue pode inchar o cristalino (lente do olho), alterando sua forma e flexibilidade. Dessa forma, o foco diminui e a visão fica embaçada.

Geralmente, com a diabetes controlada, a visão volta ao normal. No entanto, a visão embaçada pode ser indício de catarata e retinopatia diabética.

Flashes de luz no campo de visão (fotopsia)

O humor vítreo, substância gelatinosa localizada entre o cristalino e a retina, pode exercer pressão na retina e, assim, provocar flashes de luz (fotopsia).

Esses flashes estão associados, sobretudo, ao deslocamento de retina.

O humor vítreo, ou corpo vítreo, é responsável por manter a forma esférica do olho.

Perda repentina de visão

Quando os vasos sanguíneos dos olhos se rompem e sangram, podem atingir o humor vítreo e causar a perda repentina da visão.

Manchas na visão

Assim como a perda repentina de visão, as manchas também são causadas pelo sangramento dos vasos sanguíneos.

Elas podem clarear por conta própria. Contudo, se não tratadas podem progredir para a perda da visão.

 

Quais são as principais doenças oculares causadas pela diabetes?

Os pequenos danos na visão causados pela diabetes podem evoluir para doenças oftalmológicas graves, como a retinopatia diabética, catarata e glaucoma, bem como a cegueira total.

Retinopatia diabética

Doença mais comum provocada pela diabetes, ela é caracterizada pelo vazamento de fluidos e sangue na retina.

A alta concentração de glicose faz com que os vasos sanguíneos dos olhos se rompam e, portanto, provoquem o sangramento.

A retinopatia tem quatro estágios:

  • leve: caracterizado pelo inchaço de pequenas áreas na retina;
  • moderada: os vasos sanguíneos perdem a capacidade de transportar sangue e, dessa forma, podem contribuir para o Edema Macular Diabética (EMD), que é o acúmulo de líquidos na mácula da retina, região da visão usada para ler e reconhecer rostos;
  • grave: Muitos vasos sanguíneos são bloqueados;
  • proliferativa (PDR): Vasos frágeis crescem na retina e no humor vítreo, causando o deslocamento da retina e até a perda da visão.

Geralmente, as pessoas com retinopatia diabética apresentam:

  • Dor e inchaço nos olhos;
  • Visão embaçada ou distorcida;
  • Perda de visão central ou periférica;
  • Manchas no campo de visão;
  • Dificuldade em distinguir cores;
  • Perda parcial da visão;
  • Cegueira.

A retinopatia diabética pode ser tratada por meio de remédios e cirurgias, mas não tem cura.

Além disso, a dieta balanceada e a prática regular de atividades físicas auxiliam no controle da doença.

Catarata

A Catarata é uma lesão ocular que deixa o cristalino opaco. Dessa forma, a visão fica turva, como se tivesse uma névoa branca no olho.

Os principais sintomas de quem tem catarata são:

  • Dificuldade de enxergar com nitidez;
  • Visão embaçada ou distorcida;
  • Dificuldade de enxergar com nitidez;
  • Visão dupla;
  • Sensibilidade à luz;
  • Visão com brilho de lâmpadas ou do sol;
  • Perda de boa parte da visão, enxergando apenas vultos;
  • Cegueira.

Ela geralmente se manifesta após quadro de retinopatia diabética. No entanto, ela é reversível com cirurgia.

Adultos diabéticos estão propensos a ter cataratas de 2-5 vezes mais do que pessoas sem a doença crônica.

Glaucoma

Assim como a catarata, o glaucoma é outra doença que surge após a retinopatia diabética. 

Ele é caracterizado, principalmente, pelo aumento de pressão dentro do olho e, por consequência, o comprimento dos vasos sanguíneos e a lesão do nervo óptico.

O glaucoma provoca a perda de visão e até cegueira. Seu risco é maior em pessoas com diabetes do tipo 2.

O uso de colírios, cirurgias e tratamento a laser podem diminuir os riscos e conter a progressão do Glaucoma, embora não tenha cura.

Os principais sintomas do glaucoma são:

  • Perda gradual da visão periférica lateral;
  • Dor nos olhos;
  • Olhos vermelhos devido à inflamação.
  • Cegueira.

 

É possível evitar que a diabetes afete a visão? 

Sim, é possível evitar que a diabetes afete a visão das pessoas portadoras da doença crónica, sobretudo através do controle da doença.

Manter o nível de glicose no sangue controlado, através de alimentação balanceada, prática de exercícios físicos e do uso correto de medicamentos, é essencial para que a visão não seja afetada pela doença.

Além disso, pessoas com diabetes devem visitar o oftalmologista e realizar exames oftalmológicos periodicamente.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *