Dor de cabeça e falta de óculos – Entenda a correlação entre eles

Ao longo da vida, todos nós já tivemos ou sofremos com algum tipo de dor de cabeça, e muitas vezes, ela pode estar relacionada com a falta de óculos. 

Por conta de diferentes fatores como estresse, alimentação incorreta e excesso de computador, ela pode ser diagnosticada e sentida de diferentes maneiras pelas pessoas. 

Entretanto, é possível combater a dor de cabeça relacionada à falta de óculos de maneira simples e objetiva, evitando problemas de saúde maiores como a cefaléia ou a enxaqueca. 

Quer entender um pouco melhor sobre o assunto? Então acompanhe conosco até o final o conteúdo exclusivo que a Óticas Ronaldo preparou para você. 

 

Por que a dor de cabeça pode ser relacionada à falta de óculos?

Trabalhar muitas horas em frente ao computador pode causar desconforto ocular, principalmente ao final do expediente de trabalho. 

Entre esses sintomas, está a dor de cabeça, que é um dos principais indícios de que é necessário buscar auxílio especializado. 

A fadiga e a miopia, inclusive, são os principais causadores das dores de cabeça. E em ambos os casos, elas podem ser tratadas com os óculos. 

Como um dos principais responsáveis por isso, podemos também mencionar o excesso de exposição às luzes artificiais, presentes nos dispositivos eletrônicos. 

 

Quais os sintomas da falta de óculos que mais prejudicam as dores de cabeça?

A dor de cabeça é um dos principais sintomas relacionados com a necessidade e indicação clínica de uso de óculos. 

Entretanto, existem outros fatores que também são capazes de indicar que uma pessoa precisa levar em consideração o uso dos óculos. 

1. Vista cansada

O corpo humano, com o passar dos anos, sofre um desgaste natural. E os olhos passam pelo mesmo processo. 

Os problemas surgem com dificuldades para enxergar mais perto de algum objeto, ou na execução de tarefas simples, como a leitura de uma página de jornal. 

Neste caso, é possível que você esteja sofrendo com uma condição conhecida como vista cansada, ou presbiopia. 

Mas, temos boas notícias, o tratamento indicado é o uso de óculos de descanso, sempre ao realizar uma leitura, uso do computador ou outros dispositivos eletrônicos. 

2. Dificuldade para enxergar à noite

Se você está assistindo ao jornal das 21h, e precisa se aproximar da TV para conseguir enxergar? Ou precisa colocar os livros mais perto para conseguir uma leitura melhor? Preste atenção nos sinais, eles indicam que a sua visão merece um pouco de atenção.

Normalmente, são sintomas comuns em possui miopia, pois não consegue enxergar de longe. As imagens ficam mais turvas do que o normal, deixando tudo embaçado.

Mesmo que não seja uma regra, caso alguém próxima à família tenha miopia, a probabilidade de desenvolvimento é muito maior. Por isso, fique atento aos sinais.

A miopia pode ser corrigida através de cirurgia, porém é um tratamento indicado apenas para aqueles que possuam um grau estável. 

Logo, ela não é indicada para pacientes com menos de 21 anos.

3. Excesso de sensibilidade à luz

A sensibilidade à luz é uma queixa comum, mas não se trata de uma condição grave. 

Ela ocorre graças à exposição constante e ininterrupta às luzes artificiais, causando incômodos, como: 

  • Ardência ocular;
  • Vermelhidão;
  • Visão turva;
  • Luzes piscantes ou menores; 
  • Necessidade de piscar constante. 

Todos os sintomas são causados pelo cansaço ocular, motivado pelo excesso de claridade. 

O tratamento para os casos de sensibilidade à luz, através da consulta de um médico oftalmologista, é o uso de óculos com lentes azuladas, conhecidas como blue light. 

 

Essas são responsáveis por inibirem luzes artificiais nocivas aos nossos olhos, deixando apenas as luzes que não causam danos e/ou incômodos. 

 

Quais os problemas de saúde visual podem ser relacionados às dores de cabeça constantes?

Existem alguns problemas nos olhos que podem ter relação direta com a dor de cabeça.

Confira os principais a seguir.

1. Hipermetropia

A hipermetropia, que é a dificuldade de ver de perto, faz com o portador faça muito mais força para enxergar de perto, o que pode ocasionar dores de cabeça.

Neste caso, a dor de cabeça pode ocorrer com o uso contínuo de dispositivos eletrônicos ou após a leitura, já que são processos mais cansativos para quem possui a doença visual.

Outra causa, mais incomum do que a hipermetropia, é o estrabismo latente.

  1.   Miopia

Já a miopia proporciona uma visão com baixa nitidez e sem foco, o que dificulta bastante quando precisamos enxergar com maior clareza. 

Porém, mediante ao grau da condição, a dificuldade pode ser baixa, média ou alta.

O desenvolvimento dessa condição pode variar bastante, onde algumas pessoas desenvolvem de forma gradual e mais lenta, e outras desenvolvem de forma progressiva e rápida.

Normalmente acontece entre a infância e adolescência, onde os primeiros sintomas são manifestados.  

3. Astigmatismo

Enquanto isso, o astigmatismo é a dificuldade de enxergar tanto de longe quanto de perto, sendo um dos problemas de visão mais comum na população em geral.

A principal causa do astigmatismo é uma condição na córnea, que apresentou um formato não regular, em uma forma oval, o que provoca uma falha refrativa, distorcendo a luz assim que ela entra nos olhos.

 

Gostou do conteúdo? Então deixe sua opinião abaixo nos comentários e compartilhe suas ideias conosco. 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *